BISC 2020 traz dados completos do investimento social corporativo brasileiro

>>> Clique aqui* e confira o relatório BISC 2020 – completo e digital.

*Para melhor navegação digital, baixe o relatório e abra com o programa Adobe Acrobat Reader

A Comunitas acaba de lançar a versão completa da 13ª edição do relatório Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC), que reúne um conjunto importante de informações que permitem aferir a evolução dos investimentos sociais privados, os avanços obtidos e os desafios que se apresentam, para a participação das empresas no enfrentamento dos problemas sociais do País.

Leia também: Lançamento BISC 2020: confira respostas para dúvidas remanescentes do público

Este ano o relatório se debruçou, dentre outras pautas, sobre a experiência do Investimento Social Corporativo das empresas e institutos/fundações empresariais da Rede BISC no enfrentamento à pandemia de COVID-19.

Leia também: Com participação do BISC, relatório internacional que mede impacto global dos ESG é lançado

Em 2019, as 303 empresas e 18 institutos e fundações empresariais participantes da pesquisa BISC, investiram R$ 2,5 bilhões. Já em 2020, a Rede BISC investiu até meados de julho, cerca de R$ 2 bilhões em ações de enfrentamento à COVID-19 – 1/3 do total alocado pelo setor privado, segundo o Monitor de Doações.

Confira abaixo alguns dados apresentados pelo BISC 2020:

Como evoluíram os investimentos sociais da Rede BISC no período 2007-2019?

Outra boa notícia, entre 2018 e 2019 a maioria absoluta das empresas (54%) ampliou seus investimentos sociais, à diferença do que ocorreu no biênio anterior, quando ocorreu o inverso, isto é, a maioria delas (63%) registrou queda nos valores aplicados (Gráfico 2).

O que é possível prever para os próximos anos?

A impossibilidade de fazer previsões para os próximos anos ficou clara nas respostas dos participantes da pesquisa realizada neste ano, que ocorreu no meio da pandemia. Também foi grande a dificuldade para obter indicações sobre as perspectivas para o médio prazo. No entanto, a metade dos respondentes respondeu à pergunta sobre as previsões para 2021 e 2022, cabendo ressaltar que ninguém prevê redução do volume atualmente investido.

 

Como evoluíram os investimentos nas áreas educação e cultura?

O aumento dos investimentos em arte e cultura foi ainda mais significativo: 36% entre 2018 e 2019. Com isso, os recursos destinados para essa área chegaram a R$ 484 milhões. Duas observações importantes merecem ser destacadas a esse respeito. A primeira é que, apesar desse aumento, o patamar dos investimentos em cultura ainda está bem abaixo daqueles observados em 2012 e 2014, por exemplo. A segunda, é que cerca de 70% dos recursos acrescidos à área da cultura foram oriundos do aumento dos incentivos fiscais captados pelas empresas, por meio da Lei Rouanet/Lei da Cultura.

 


 

*Para melhor navegação digital, baixe o relatório e abra com o programa Adobe Acrobat Reader

 

 

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Insira seu e-mail e receba conteúdo sobre o campo do investimento social corporativo!

Nossas redes

_

A COMUNITAS

A Comunitas é uma organização da sociedade civil especializada em modelar e implementar parcerias sustentáveis entre os setores público e privado, gerando maior impacto do investimento social, com foco na melhoria dos serviços públicos e, consequentemente, da vida da população.

Exceto onde indicado de outra forma, todos os conteúdos disponibilizados neste website estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Copyright 2022. All Rights Reserved.

Desenvolvido por MySystem