Saiba quais foram os principais aprendizados do BISC em 2022

O BISC 2022 marca 14 anos de uma pesquisa que visa apresentar padrões anuais do ISC no Brasil, com uma grande novidade com relação às edições anteriores: um olhar inédito para as diferentes características entre os setores da indústria e de serviços. 

Devido à tendência de alinhamento aos negócios e à Agenda ESG, os recortes setoriais passaram a ser ainda mais relevantes para a qualificação da atuação social das empresas da Rede e para a disseminação do tema no país. 

A seguir, confira uma lista com os seis principais aprendizado da pesquisa BISC 2022:

1. Investimento social demonstrou resiliência e ficou em patamar mais elevado que os níveis pré-pandemia

As empresas da Rede demonstraram fôlego e resiliência ao manter um alto volume de investimento social corporativo (ISC), aportando R$ 4,1 bilhões no ano. Mesmo que tenha havido uma queda ante o valor aportado de R$ 5,05 bilhões em 2020, o volume de 2021 foi o terceiro maior da série histórica e já considera a retirada de boa parte dos recursos extraordinários de enfrentamento da pandemia aportados em 2020.

A arte apresenta um gráfico com a evolução do Investimento Social Corporativo ao longo da série histórica do BISC

Crédito da imagem: Pesquisa BISC 2022

2. Investimento direto das empresas ganha relevância em relação ao montante direcionado pelos institutos e fundações

Como o ISC das empresas foi o que mais cresceu em 2020 com a injeção de recursos extraordinários, naturalmente também registrou queda mais forte em 2021 em comparação aos recursos advindos de institutos e fundações. No entanto, a importância relativa dos recursos financeiros das empresas seguiu aumentando em 2021, atingindo 60% do ISC – maior percentual desde 2015. As empresas mantiveram elevado volume de ISC no ano, registrando um dos maiores níveis da série histórica. 

Por sua vez, os institutos e fundações corporativas seguiram tendência relativamente estável, retornando aos patamares pré-pandemia, em linha com sua natureza de maior perenidade orçamentária e menor sensibilidade à conjuntura econômica.

3. Recursos incentivados tiveram destaque

Os incentivos fiscais voltaram com força em 2021, respondendo por 29% do ISC – atingindo quase R$ 1,160 bilhão. Esse é o maior percentual da série histórica do BISC. Os incentivos à cultura seguem responsáveis pela maior fatia dos investimentos incentivados, correspondendo a cerca de 50% desses recursos. 

Por sua vez, o ISC com recursos próprios preservou volume relativamente elevado para sua série histórica, mantendo-se acima dos patamares pré-pandemia, a despeito da forte queda em 2021.

A arte tem um fundo azul escuro com o logo do BISC em amarelo. Também é possível ler, em branco e azul claro: "confira os destaques do BISC 2022"

4. Desempenho dos grandes setores da economia foi bastante distinto

Ao olhar para o setor da Indústria, é possível perceber um aumento substancial do ISC nos últimos anos, indicando um potencial de crescimento da atuação social do setor. Quando comparado ao setor de Serviços, o investimento da Indústria é mais pulverizado, refletindo a atuação social mais territorializada, o que significa que este setor costuma atuar com foco nas necessidades da região em que ela está inserida.

Já o setor de Serviços, segundo dados do BISC, passou a apresentar uma queda em seus investimentos no pós-pandemia, apesar de ter aportado um valor maior durante a crise. Entretanto, este setor se mostra mais otimista quanto ao investimento social corporativo no futuro quando comparado com o setor de Indústria.

5. O ISC da indústria por áreas sociais segue pulverizado

Com relação ao perfil de investimento social da Indústria, o BISC identificou uma pulverização desses recursos entre diversas áreas sociais. Em 2021, houve atuação destacada em cultura, saúde, infraestrutura e assistência social, mas cada uma delas representando uma pequena fatia do ISC do setor. O ISC na saúde mostrou redução natural devido à trajetória de superação do período mais crítico da pandemia, mas manteve participação relevante.

O setor de Serviços apresenta uma concentração em educação, com foco na recuperação das aprendizagens no pós-pandemia. 

A arte mostra um gráfico em pizza com o perfil do investimento social corporativo das empresas do setor de indústria

Crédito da imagem: Pesquisa BISC 2022

6. As empresas da Rede BISC caminharam na direção de reforçar seu papel financiador

A Rede BISC realiza a condução de seus investimentos sociais de forma muito diversa, havendo parcela relevante que atua no financiamento de projetos de terceiros – como organizações da sociedade civil – e na execução de projetos próprios. Em 2021, os dados revelaram que a atuação direta das empresas da Rede BISC caminhou na direção de reforçar seu papel financiador.

Em linha com a importância do financiamento de projetos de terceiros, a sociedade civil organizada segue tendo atuação relevante na agenda social corporativa. Em 2021, os dados apontaram que o número de organizações privadas sem fins lucrativos envolvidas pelas empresas e institutos/fundações empresariais na realização de seus investimentos sociais foi de 795, abaixo do número registrado em 2020 (2.056) devido à atuação extraordinária na pandemia, mas acima do patamar de 2019 (613). O volume aportado nessas parcerias foi de R$ 283,3 milhões, ou 7% do ISC, percentual abaixo de 2020 (38%) e 2019 (20%). No entanto, nota-se que o número de parcerias e o volume aportado estão subestimados, uma vez que nem todas as empresas forneceram tais informações.

Quer saber mais sobre investimentos sociais corporativos? Assine a Newsletter do BISC e receba todas as novidades!

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Insira seu e-mail e receba conteúdo sobre o campo do investimento social corporativo!

Nossas redes

_

A COMUNITAS

A Comunitas é uma organização da sociedade civil especializada em modelar e implementar parcerias sustentáveis entre os setores público e privado, gerando maior impacto do investimento social, com foco na melhoria dos serviços públicos e, consequentemente, da vida da população.

Exceto onde indicado de outra forma, todos os conteúdos disponibilizados neste website estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Copyright 2023. All Rights Reserved.

Desenvolvido por MySystem