V – Foco dos investimentos sociais corporativos

12. População-alvo dos investimentos segue bastante ampla
A Rede BISC é bastante diversa no que se refere à população-alvo de seus investimentos sociais. A forte presença da rede em projetos educacionais e de empregabilidade se reflete na forte atuação junto a crianças, adolescentes, jovens e empreendedores. A taxa de resposta para “comunidades do entorno” mostrou redução incomum e deve ser movimento pontual a ser explorado na próxima edição da pesquisa. A Rede manteve atuação junto a grupos populacionais sujeitos a vulnerabilidades sociais – como mulheres, quilombolas e pessoas com deficiência –, mas houve ligeira redução frente à atuação de 2020.

 

13. Atuação da Rede por áreas sociais segue bastante diversificada
A Rede BISC também tem diversidade quanto às áreas sociais atendidas pelos investimentos sociais. A educação ampliou sua relevância na Rede e recebeu a contribuição de todos os membros em 2021. Outro destaque é para os investimentos ligados à empregabilidade, seja em ações de capacitação profissional ou no apoio à geração de trabalho e renda. A Rede também manteve participação elevada em investimentos na saúde, historicamente pequena no período pré-pandemia.

 

14. Volume de investimentos por áreas sociais é bastante pulverizado, puxado pela atuação do setor industrial
Ao considerar o volume de investimentos, a atuação por áreas sociais segue pulverizada. Devido ao aumento histórico do uso de incentivos fiscais, o apoio à cultura aumentou bastante sua fatia de 2020 para 2021. Na mesma direção, infraestrutura e assistência social também se destacaram positivamente. A saúde manteve participação relevante, mas mostrou redução natural devido à trajetória de superação do momento mais crítico da pandemia ao longo de 2021. A parcela referente a outros aumentou, o que também indica a diversificação do investimento social, englobando investimentos a áreas como comunidades tradicionais e povos indígenas, apoio institucionais a entidades etc.

Obs: os dados acima não incluem o volume de investimentos sociais de algumas empresas, pelo não recebimento de dados detalhados destas organizações para 2021, razão pela qual a fatia referente à educação fica bem abaixo da fatia oficial divulgada para 2020 (24%).

 

15. Monitoramento do ISC por território avançou em 2021
A divisão do ISC por região aponta que as empresas da Rede vêm aumentando sua capacidade de monitorar os aportes por território. Houve expressiva redução do ISC reportado como “em diversas regiões” e aumento da fatia aplicada nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste, enquanto Sul e Centro-Oeste mantiveram baixa participação. É importante notar que tal divisão reflete diretamente a abrangência territorial da Rede BISC.

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Insira seu e-mail e receba conteúdo sobre o campo do investimento social corporativo!

Nossas redes

_

A COMUNITAS

A Comunitas é uma organização da sociedade civil especializada em modelar e implementar parcerias sustentáveis entre os setores público e privado, gerando maior impacto do investimento social, com foco na melhoria dos serviços públicos e, consequentemente, da vida da população.

Exceto onde indicado de outra forma, todos os conteúdos disponibilizados neste website estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Copyright 2022. All Rights Reserved.

Desenvolvido por MySystem