Como o Fundo Vale, a Microsoft e o Imazon se uniram para criar uma plataforma de proteção à floresta amazônica

Contexto

O Fundo Vale, associação civil sem fins lucrativos mantido pela Vale, a Microsoft e o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) lançaram, em meados de 2020, a ferramenta PrevisIA, que antecipa informações de regiões com maior risco de desmatamento e incêndios na Amazônia por meio de Inteligência Artificial (IA). A solução tem como objetivo ajudar a proteger a floresta amazônica, em especial durante a estação de seca. 

Desafio

A iniciativa faz parte da estratégia da Vale de tornar-se carbono neutra até 2050. A empresa, que já contribui para proteger quase 1 milhão de hectares de florestas no mundo, dos quais 800 mil na Amazônia, anunciou recentemente que pretende recuperar e proteger mais 500 mil hectares de mata nativa até 2030. E a ferramenta de Inteligência Artificial poderá ajudá-la a atingir a meta florestal.  

Há um ano e meio, a Microsoft anunciou o seu compromisso de ser carbono negativo, positivo para a água e de criar um “computador planetário” para coletar dados que ajudarão a melhorar a biodiversidade mundial, e a PrevisIA é uma das iniciativas apoiadas pela Microsoft que utiliza imagens de satélite da European Space Agency para, com inteligência artificial de reconhecimento de imagem, gerar as previsões de desmatamento. A experiência da Microsoft nesse período mostrou que a base para quase todo o progresso é a combinação de padrões precisos, incentivos econômicos reais e medições baseadas em tecnologia eficazes. A parceria entre o Fundo Vale e o Imazon é um exemplo de sucesso de como uma aliança entre os setores da sociedade é fundamental para acelerar o progresso do país.

Público alvo

O grande avanço deste projeto foi democratizar o acesso a recursos avançados de Tecnologia da Informação para facilitar o engajamento de diversos usuários na prevenção e controle do desmatamento da Amazônia.

As informações são divulgadas publicamente em um painel de controle da ferramenta e podem ser usadas por órgãos públicos para o planejamento e execução de ações preventivas, de combate e controle do desmatamento.

Objetivo da ação

A PrevisIA analisa dados diversos, como topografia, cobertura do solo, infraestrutura urbana, estradas oficiais e não oficiais e dados socioeconômicos para identificar possíveis tendências de conversão da floresta pelo desmatamento. Com recursos avançados de nuvem de computadores da Microsoft Azure e com o algoritmo de IA desenvolvido pelo Imazon para detectar estradas em imagens de satélites, a solução aperfeiçoou o modelo de risco de desmatamento para identificar os diferentes tipos de territórios ameaçados pelo desmatamento na Amazônia, incluindo Terras Indígenas e Unidades de Conservação.

Formato da ação

O PrevisIA foi o resultado de uma parceria estabelecida entre a Vale e Microsoft por meio de MoU (do inglês, memorandum of understanding, ou memorando de entendimento, que estabelece um acordo entre os envolvidos que expressa uma convergência de vontades entre as partes, indicando uma pretendida linha de ação comum) para a potencialização de projeto construído conjuntamente com o Imazon, Fundo Vale e Microsoft. Fundo Vale e Imazon estabeleceram parceria técnica e financeira para criação da plataforma.

Inovação

A inovação se deu por meio da união de competências. IA da Microsoft, aliada à base histórica e conhecimento técnico do Imazon sobre monitoramento da Amazônia, e a expertise do Fundo Vale para impulsionar soluções para o meio ambiente.

A imagem retrata o mapa do Brasil em um fundo preto com foco para a região amazônica. No alto da página, à esquerda, aparece o nome Previsia

Print da plataforma PrevisIA

Resultados

Podem-se destacar, como resultados da iniciativa: 

  • Plataforma disponibilizada para a sociedade, de forma gratuita, online: https://previsia.org/. É possível fazer análises customizadas no território definindo um polígono de interesse, muito útil para planejamento de ações de combate ao desmatamento ilegal e para análises de risco ou modelos de desmatamento evitado (mercado de carbono);
  • A ferramenta já identificou que 15.391 km² da Amazônia legal estão sob risco alto e muito alto de desmatamento em 2022;
  • Parceria entre o Imazon e o Ministério Público do Pará (MPPA) e o Centro de Apoio Operacional Ambiental (CAO AMBIENTAL), com o objetivo de fornecer subsídios técnicos visando à cooperação e o intercâmbio de informações entre as duas instituições. O piloto da iniciativa de ações preventivas foi iniciado em Altamira, município que integra o ranking das dez cidades que mais contribuem com o desmatamento na Amazônia.

A Vale é uma empresa integrante da Rede BISC. Liderada pela Comunitas, o BISC é uma pesquisa realizada anualmente que analisa as ações de investimento social realizadas voluntariamente pelas empresas da Rede, além de incentivar a troca de experiências entre os participantes. 

A arte mostra uma imagem nas cores amarela e azul em que se lê, em cores laranja e branca, "pesquisa BISC 2021. Acesse os dados completos do investiment social corporativo brasileiro"

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Newsletter

Insira seu e-mail e receba conteúdo sobre o campo do investimento social corporativo!

Nossas redes

_

A COMUNITAS

A Comunitas é uma organização da sociedade civil especializada em modelar e implementar parcerias sustentáveis entre os setores público e privado, gerando maior impacto do investimento social, com foco na melhoria dos serviços públicos e, consequentemente, da vida da população.

Exceto onde indicado de outra forma, todos os conteúdos disponibilizados neste website estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Copyright 2022. All Rights Reserved.

Desenvolvido por MySystem